Me dispo do seu preconceito

medispo

Há uma semana atrás a Janine, que já foi minha colega em fotografia na UniRitter, me convidou pra participar  como modelo de um projeto muuuito legal para uma cadeira da faculdade dela. O projeto ME DISPO questiona o preconceito e aborda a aceitação das diferenças.  A proposta era a de pensar em um projeto de cunho social, o grupo da Jana e do Lennon tiveram a ideia de criar uma exposição fotográfica que incentivasse as pessoas a despirem-se de preconceitos, esquecendo os eufemismos e expressões que minimizam a real identidade das pessoas.

me dispo2

Diariamente sou chamada de morena pelas pessoas. Mulheres, homens, jovens, velhos e principalmente aqueles que adoram dar uma cantada medíocre na rua. Dá pra perceber que alguns me chamam desta forma a fim de serem educados ou polidos. O problema é que se não ensinarmos a maneira correta pra todos, vão continuar sempre dizendo “conhece a Djulie? Aquela morena, coisa e tal”. Diversas vezes já comecei uma discussão, argumentando e comparando o meu tom de pele e minha raça com as pessoas que me classificam como morena. E não é só morena não. É mulata, parda, cor de jambo, café com leite, chocolate e outros tantos nomes que de tanto serem repetidos criaram raízes em nossa sociedade. Entendam: não existe racismo ao chamar a pessoa de negra! Esse preconceito está dentro de vocês, e não de mim. Exatamente por esse motivo, que Me dispo do seu “morena”.

13433303_1181124935241231_5228411953958263632_o

Muitas pessoas vieram me parabenizar e outras simplesmente dizer NOSSA COMO TU É CORAJOSA. Pleno ano de 2016 e fazer fotos pra um projeto incrível como esse ainda é tabu pra muitos. Minha própria mãe de inicio não curtiu muito a ideia, mas depois apoio e ate compartilhou no facebook, hahaha. O projeto esta bombando na rede! Meu corpinho nu está bem grande e exposto no saguão da faculdade a qual me formei e minha bundinha apenas na Zero Hora ok? A-C-E-I-T-A!

Algumas fotos e o making-off estão disponíveis na página do projeto no Facebook (facebook.com/medispo).  E Até o dia 1° de julho, a exposição estará aberta para visitação do público, no saguão do prédio A do campus Zona Sul da UniRitter.

Continue Reading